top of page

Hipnose Clínica

Os recursos que você precisa podem
ser encontrados na sua própria história.
A Hipnose

A Hipnose é um estado de concentração focalizada que facilita o acesso às estruturas cognitivas (pensamentos, ideias, crenças, imagens e lembranças). Durante as sessões de hipnose clínica,  utilizaremos técnicas de relaxamento e sugestão para levar o paciente a um estado de consciência alterado, no qual ele é mais receptivo a sugestões terapêuticas.

Durante o processo, o terapeuta ajuda o paciente a se concentrar em suas próprias emoções e sensações, para ajudá-lo a superar traumas, fobias, ansiedades, depressões e outros problemas emocionais.

A hipnose clínica pode ser utilizada em combinação com outras formas de terapia, como a terapia cognitivo-comportamental, para ajudar os pacientes a alcançar resultados mais rápidos e duradouros.

A hipnose clínica pode ser usada para tratar diversos transtornos mentais, tais como:

Transtornos de ansiedade: A hipnose pode ajudar no tratamento de transtornos de ansiedade,

como transtorno obsessivo-compulsivo, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno

do pânico, fobias e transtorno de estresse pós-traumático.

Depressão: A hipnose pode ser eficaz no tratamento da depressão, pois pode ajudar a

reduzir os sintomas de tristeza, desesperança e falta de motivação.

Transtornos alimentares: A hipnose pode ajudar no tratamento de transtornos alimentares, como anorexia nervosa e bulimia nervosa, ajudando o paciente a mudar seus pensamentos e comportamentos em relação à alimentação.

Dor crônica: A hipnose pode ser eficaz no alívio da dor crônica, ajudando o

paciente a relaxar e a mudar a percepção da dor.

Vícios: A hipnose pode ajudar no tratamento de vícios, como tabagismo, alcoolismo e dependência de drogas, ajudando o paciente a mudar seus comportamentos e a superar o desejo de consumir a substância viciante.

É importante notar que a hipnose clínica não é uma cura mágica para esses transtornos

mentais, mas pode ser uma técnica útil para ajudar no tratamento e na redução dos sintomas.

Durante o transe, o paciente experimenta um estado de profundo relaxamento físico e mental, que permite que o terapeuta tenha acesso ao seu subconsciente. Cada pessoa pode experimentar o transe hipnótico de maneira diferente, mas algumas das características comuns incluem:

Relaxamento profundo: O paciente se sente profundamente relaxado, com

a respiração mais lenta e os músculos mais soltos.

Concentração intensa: O paciente é capaz de se concentrar intensamente nas

sugestões do terapeuta e se torna mais receptivo a elas.

Redução da consciência externa: O paciente pode sentir que está menos consciente

do ambiente ao seu redor e mais focado em seus próprios pensamentos e sensações.

Alteração da percepção do tempo: O paciente pode sentir que o tempo está

passando mais rápido ou mais devagar do que o normal.

É importante notar que, durante o transe hipnótico, o paciente permanece no controle de suas ações e pensamentos e não é forçado a fazer nada que não queira.

 

O terapeuta é um guia que ajuda o paciente a alcançar seus objetivos terapêuticos,

mas, o paciente é quem decide o que fazer e como se sentir.​​

O que acontece no transe hipnótico
bottom of page